Arroz de frango de cabidela


4 pessoa(s)
60 minutos
Dificuldade Médio
Médio

Arroz cozido numa calda feita duma mistura de água e do molho onde estufou um frango e que no final é acrescentada de sangue do mesmo. É servido misturado com os pedaços de frango e com calda, (a fugir) como se diz no Minho.

Como fazer Arroz de frango de cabidela

  • 1Parta o frango aos bocados e dê-lhe um banho simples com uma mistura de vinagre, vinho branco verde e sal. Faça um refogado com o azeite, a banha, a cebola, colorau e pimenta.
  • 2Junte depois os bocados de frango, o presunto e o salpicão, cominhos e o ramo de salsa, e deixe estufar sem apurar demasiado. Retire os bocados de frango para um recipiente com tampa e mantenha quente.
  • 3Retire o excesso de gordura que está no tacho e acrescente 4 chávenas de água menos o equivalente à quantidade de sangue que vai adicionar no final.
  • 4Quando a calda ferver, junte o arroz, mexa, e retifique os temperos. Ao levantar novamente fervura, tape e baixe o lume para o mínimo.
  • 5Quando o arroz abrir (estiver quase cozido) deite o sangue. Junte depois o frango (sem gorduras) e deixe-o impregnar-se dos temperos. Desligue quando começar novamente a ferver e sirva acompanhado duma salada verde.
Ingredientes
  • 1 frango do campo
  • 1 chávena grande (350g) de arroz carolino
  • 100 g de presunto e de salpicão cortado aos bocadinhos
  • 1 cebola grande picadinha
  • 1 dl de azeite
  • 2 colheres de sopa de banha
  • 1 ramo de salsa
  • sal, pimenta branca, colorau e cominhos
  • 1 pacote de sangue
Notes

Se vive na cidade, encomende um frango do campo, no talho da sua confiança, assim como o sangue que já vem preparado com vinagre e empacotado.

Receita inspirada do livro "A mesa do Alto Minho" de Francisco Sampaio.