Pataniscas de bacalhau à minhota


4 pessoa(s)
20 minutos
Dificuldade Fácil
Barato

Bacalhau frito desfiado, envolvido num polme de farinha de milho e ovos.

Como fazer Pataniscas de bacalhau à minhota

  • 1Enxugue o bacalhau, limpe-o de peles e espinhas e desfie-o bem. Escolha, lave e pique a salsa muito fina até que tenha 2 colheres de sopa bem cheias. Descasque e pique muito bem a cebola.
  • 2Numa tigela, coloque a farinha e os ovos e mexa com uma colher de pau; acrescente um pouquinho de água se vir que está uma massa muito consistente. Mexa bem e depois junte o bacalhau, a salsa, a cebola e tempere com sal e pimenta.
  • 3Numa frigideira larga, leve a aquecer o azeite e o óleo. Deite colheradas de massa separadas umas das outras. Espalme-as com um garfo e vire-as quando estiverem louras para fritarem do outro lado. Depois de fritas retire-as e escorra-as em papel absorvente e frite mais até acabar a massa. Podem ser acompanhadas de uma salada, arroz de feijão ou salada de feijão frade.
Ingredientes
  • 2 postas bacalhau demolhado
  • 2 chávena farinha de milho
  • 1 und. cebola
  • 4 und. ovos
  • 1 ramo salsa
  • q.b. sal e pimenta
  • 1.50 dl azeite + 1.5 de óleo para fritar
Notas
No Minho, serviam-se estas pataniscas a meio da manhã aos trabalhadores do campo quando se faziam as podadas, lavradas e outros trabalhos principais da agricultura. Eram acompanhadas por um copo de vinho verde.